Descubra

o couro

com tecnologia

antiviral

Sempre motivada em apresentar soluções que respondam às necessidades do mundo, a JBS Couros, em parceria com a Nanox, desenvolveu um couro com tecnologia antiviral para inativar vírus da Covid-19.
Degradê

A sustentabilidade dos nossos produtos vem se tornando, cada dia mais, referência no mercado global de couros. Temos como objetivo, junto ao departamento de Pesquisa e Desenvolvimento, inovar e desenvolver produtos e tecnologias capazes de gerar alternativas que contribuam, de forma constante e significativa, à proteção social, ambiental e econômica.


A Tecnologia

Aditivo com
micropartículas de prata.

Estamos falando de uma nanotecnologia para inativar o vírus SARS-Cov-2, causador da Covid-19.

No processo de produção, o couro recebe um aditivo de micropartículas de prata em seu revestimento que possui ação antiviral. Esta aplicação não é capaz de prevenir doenças, porém se mantém permanentemente à superfície do Couro, protegendo o material e impedindo que o mesmo carregue vírus que podem ser uma ameaça à saúde.

Como funciona


São micropartículas construídas a partir da síntese de sais de prata, elemento escolhido por sua reconhecida ação antiviral e estabilizadas por nanotecnologia. Estas interagem, se acumulam e penetram na proteína que forma a membrana viral (os vírus são formados por camada lipoproteica), afetando sua permeabilidade (capacidade de respirar). Com isso, atingem o DNA do vírus e, consequentemente, seu funcionamento, tornando-o inativo.


O couro com esta tecnologia é indicado para superfícies que estão em constante exposição e, consequentemente, mais suscetíveis ao contato com o vírus, como móveis, assentos e volantes de veículos. Roupas, bolsas e carteiras, itens manipulados com frequência, também podem ser fabricados a partir do couro com nanotecnologia.

Resultados


Em testes conduzidos no laboratório de biossegurança de nível 3 (NB3), do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), o material mostrou 99% de inativação do vírus SARS-CoV-2 em 30 minutos a partir do contato com partículas virais.


As provas foram feitas de acordo com a norma internacional ISO 21702, que estabelece os métodos mais adequados para detectar atividade antiviral em plásticos e superfícies não-porosas.

V-Block - 99% de inativação do vírus SARS-CoV-2

Profissionais Envolvidos


Os resultados foram endossados por dois renomados Drs. Cientistas e pesquisadores:

Lúcio Freitas Lúcio Freitas

já esteva a frente do laboratório Pasteur na Coréia e trabalhou no mesmo laboratório na França.

Dr. Édson Durigon Dr. Édson Durigon

um dos principais virologistas do Brasil e o primeiro médico a isolar o novo coronavírus no país.

O que nos motiva


A divisão couros tem, como principal objetivo, estar alinhada com a sociedade. Investimos constantemente em inovações para criar soluções baseadas na ciência que contribuam para o bem-estar social, econômico e ambiental a partir da necessidade de garantir saúde e qualidade de vida.

Círculo
Nanox

A Nanox é uma empresa brasileira fundada em 2004 com foco em desenvolver, produzir e fornecer antivirais, antibacterianos e antifúngicos por sínteses inorgânicas, em especial, que envolvam nanotecnologia.


Linha do tempo do projeto

Couros com proteção Antiviral

Perguntas frequentes

Não, o material utilizado nos couros, para inibição dos vírus e bactérias, não afetam os outros animais, são seguros em sua utilização e não apresentam riscos, inclusive para as pessoas.

Em testes conduzidos no laboratório de biossegurança de nível 3 (NB3), do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), o material mostrou 99% de inativação do vírus SARS-CoV-2 em 30 minutos a partir do contato com partículas virais.

As micropartículas de prata são capazes de inativar o vírus por dois mecanismos: em sua membrana - onde rompem esse revestimento externo do vírus e inativam sua entrada nas células hospedeiras e oxidam o material genético do vírus exposto, inativando completamente sua capacidade de multiplicação.

É indicado para todas as superfícies, em especial, aquelas que podem estar em constante exposição ao vírus, como móveis, assentos e volantes de veículos. Roupas, bolsas e carteiras, itens manipulados com frequência, também podem ser fabricados à partir do couro com nanotecnologia.

Por ser um ativo inorgânico, a prata tem como característica uma grande resistência e estabilidade química, além de se manter intacta no processo de lavagem, por isso suas aplicações oferecem proteção que levam em consideração a vida útil do material aplicado. Porém, essa longevidade também depende do bom uso e da utilização de produtos adequados de limpeza e manutenção.

Fale conosco

Quer saber mais sobre nossa tecnologia? Entre em contato conosco!